quinta-feira, 8 de maio de 2014

8 coisas importantes que precisam estar num contrato de casa de festas [mas você já ia esquecendo!]

Uhuu!! Minha casa de festa faz todos os requisitos!
 Assunto da semana aqui no Rio, a venda do restaurante Real Astória, com cancelamento sumário de todos os eventos agendados (aniversários, 15 anos..... casamentos!) deixou todo mundo em choque. 

Que loucura, caras! Imagina você há 15 dias do seu casamento, convites entregues, fornecedores fechados e aí, não mais que de repente, cabo! cabo tudo! Se devolveram a grana? Sim, mas e daí?? Dinheiro costuma ser a questão mais dramática na hora de se lançar num casamento, mas há situações em que ele não faz a menor diferença, em que ele não pode desfazer o mal feito. O que fica restando é tomar um prozac, sentar no meio fio e chorar.


É certo que estamos todos sujeitos a plot twists malvados do destino, a chuvas de merdas e a acontecimentos que simplesmente chegam pra estragar a festa, mas dá pra gente tentar se proteger também. A casa que vocês escolheram pro certame é um dos itens mais importantes da parada toda e é essencial estar atento aos termos do contrato pra não sonhar com a compra de uma câmera fotográfica+webcam+filmadora e receber em sua casa UMA INCRÍVEL TECPIX.  Nessa postagem, dicas ó... lá do fundo do coração (!) pra te ajudar na tarefa tensa de saber: afinal, o que precisa ter no contrato de uma casa de festas?

1. Qual é o tempo total de uso do lugar?
Muitos casais se ressentem de fechar um lugar pra fazer cerimônia+recepção e só depois descobrirem que os caras descontam o tempo de um no tempo total do outro. Gente, 5h de festa já não é nada, passa voando! Ter esse tempo reduzido pra 4h é bem complicado. Bem.. alguns lugares disponibilizam venda de horas extras então, se não for possível modificar a regra do "tempo único", o jeito é negociar uma contratação dessas. O importante é ter, no mínimo, 5h de casamento. Só isso. Outras questões super importantes relativas ao usufruto do local são:

a) Quanto tempo dão para chegada dos convidados sem descontar da sua festa? (no mínimo, meia hora!)
b) Quanto tempo a galera tem pra debandar do casamento? (no mínimo 1h)

2. Quanto tempo o local disponibiliza para a montagem da decoração? 
Coisa linda que é quando o local só abre pra decoração um pouquinho antes do casamento. Alguns lugares simplesmente se tornam inviáveis pra casar por causa disso, mas, é claro, ninguém vai te avisar disso né? Questione o responsável do lugar a respeito disso. Se no dia do casamento não for possível montar, tente combinar o dia anterior ou fracionar um pedaço da montagem hoje e outro pedaço amanhã. A falta de tempo hábil acaba obrigando a equipe de decor a fazer uma versão basiquinha e incompleta do que foi programado e isso é foda de frustrante pra todo mundo. Tenha em mente que:
a) o tempo mínimo de montagem de uma decoração cuidadosa é 4 horas
b) se você tiver itens pessoais ou emprestados de parentes e amigos, eles precisarão ser retirados. A casa de festa te dá tempo pós-festa para a retirada? Se não, eles se responsabilizam pelo que ficar lá dentro? 

3. Para locais muito fechados e/ou casamentos em época de muito calor (ou frio); o local disponibiliza estrutura pra que as pessoas trabalhem lá sem morrer?
A noiva pode estar linda e bela se arrumando, tomando seus bons drinks no hotel mas, enquanto isso, a galere tá lá no local da sua festa ralando pra tudo estar gato no casamento. O mínimo de infra estrutura é necessária para iluminador, decoradores, boleira e demais amiguinhos que atuam no pré-casório, a começar por um bom sistema de ar condicionado, quando o local é fechado e abafado ou frio de doer (pro pessoal do Sul essa questão pode ganhar contornos dramáticos no período de inverno). Já vi DJ desmaiando por conta do calor e a casa de festa não dando a menor fodinha. A coisa é séria! O pessoal quer economizar, claro/sempre, e acaba descambando pro desumano. O resultado é um trabalho que não sai 100%, executado por um pessoal que não rendeu o que poderia render. 
Você vai ter de pagar algo a mais pra ter essa infra? Quanto? Avalie se o valor cobrado é razoável - os lindos do Real Astória cobravam papo de 300,00 por hora de ar condicionado ligado pré-evento =O - e, se não for, conteste!
  
 4. O local dispõe de segurança? Monobrista? Recepcionista? Pessoal pra cuidar da limpeza do banheiro? Para limpeza da casa?
Gente, isso aí é coisa super séria!!! Pessoal para cuidar do banheiro ao longo do casamento é o tipo de coisa que a gente só lembra quando precisa e, bem, acho que você não vai querer descobrir o quanto precisava daquilo quando estiver diante de um apocalipse dos dejetos.
Segurança e recepcionista são  pessoas importantes quando sua casa de festas fica em lugar muito exposto. O segundo serviço, caso não esteja incluído na casa, pode ser feito pela equipe de cerimonial, então procure ver isso se for plano de vocês fazer cara-crachá na portaria do evento. Já o manobrista é o cara que vai evitar stress quando o local da festa não tem estacionamento certinho e é necessário fazer um fengshui automotivo pra caber todo mundo.
São todos itens que podem ou não estar inclusos na sua casa de festas. Você precisa verificar o que realmente vai ser preciso avaliando seu caso específico. Se informe de tudo pra poder ver com antecedência onde contratar os itens não oferecidos com certa antecedência. 

5. O contrato dispõe de cláusula sobre modificações do espaço?
Na boa véi: nunca tem! Isso aí é um lance que os noivos precisam começar a exigir porque geralmente as casas te obrigam a não quebrar, não furar, não pisar na grama, não colocar o dedo no nariz, mas eles podem pegar o lugar, demolir e fazer outro sem nem te mandar um SMS (seja antes ou depois da obra). Já tive 3 experiências bem escrotas com modificações do local sendo que uma delas foi no meu próprio casamento: o cara pintou a casa de lilás, instalou uma churrasqueira de alvenaria bem no jardim e ainda enfiou mil arquiteturas chinesas pra todo canto. Nessas horas a gente percebe a fragilidade do contrato que assinou...
As casas de festa precisam se comprometer a manter a estrutura que apresentam no momento do fechamento do negócio e, caso precise MUITO fazer uma obra, tem que avisar com 4 meses de antecedência a respeito das modificações explicando quais e como elas serão. 
obs: Pode acreditar: algumas casas de festas argumentarão que você precisa visitar o local de tempos em tempos pra saber se ele continua igual. Serinho: qual é a lógica disso?? O consumidor tem que ficar correndo atrás pra saber se ele realmente vai receber pelo que pagou? OLOCO!! 

Não tenho nem palavras pra descrever o quanto fiquei radiante de chegar no Solar das Palmeiras no dia do casamento da cliente e descobrir que dias antes eles tinham transformado o muro de heras da cerimônia no Carandiru

 6. O contrato fala algo sobre a venda do local?
Esse tipo de cláusula volta e meia aparece aqui e ali. Geralmente o que fica acertado é que, caso o local seja vendido, a pessoa será avisada com 6 meses de antecedência e que, caso o evento esteja marcado para dentro dos tais 6 meses, os contratantes não precisarão se preocupar. Claro, pode dar um bode, você pode ser a noiva bola da vez mas, pelo menos, vocês estavam avisados de que algo do tipo poderia acontecer. 
Se não houver nada em contrato a respeito disso e a casa for vendida de repente, eles vão ter de te ressarcir. Mas vão ter de ressarcir com força! 

7. O local tem restrição a algum fornecedor ou te obriga a exclusividade de fechamento com os fornecedores X, Y, Z?
Isso tem que estar por escrito! Você tem que concordar com essa venda casada essas limitações, ver direitinho se esse arranjo das coisas não prejudica sua vida e seus planos.
Amigues, eu sei que é um saco ter que ficar brigando por detalhes, por cláusulas, por contratar gente que não tava programado... mas vai valer a pena! Acredita!


8. O local se compromete a entregar a casa no dia contratado em perfeito estado, sem zueras? 
Importantíssimo esse tópico pra quem pretende casar domingo! Grama destroçada, garrafas espalhadas, mobiliário da festa anterior, funcionários que não te atendem porque estão com sono atrasado.... são coisas que podem arruinar a calma do dia do casório. Verifique se:
a) A casa está disposta a entregar o espaço lindo e imaculado? Isso tem que estar escrito em letras garrafais no contrato!
b) Há desconto para eventos que rolam no day after de outro evento? Porque ou uma coisa ou outra, gente. Beleza, você vai pegar uma casa meio cagada, mas não é justo você pagar a mesma coisa que a galera do sábado pagou e receber menos. Não mesmo! Recebe menos, então paga menos. Vai ver esse desconto é a resposta às suas preces orçamentárias. 


2 comentários:

Planejando sim disse...

What?!? O Real Astória foi vendido??? Caraca, e eu cheguei a cogitar fazer meu casamento lá!! Só que na época em que eu tava buscando locais, o site deles estava em manutenção, mandei um e-mail e nunca fui respondida... Tá vendo, Deus escreve certo por linhas tortas! Mas dei um google e não achei nenhuma notícia sobre isso... Será q não saiu nada na internet? Como vc soube?

A propósito, muito bom esse post! Ajuda a lembrar daqueles detalhes que são super importantes mas às vezes passam batidos até a gente passar por um momento "putz!! *tapa na testa*"

Geeh ઇઉ disse...

Achei muito bom o texto.. São situações que nem em sonho passam por nossas cabeças.. Abriu muito minha mente.. :)

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...