segunda-feira, 11 de junho de 2012

Conciliando o que eu esperava com a realidade do que provavelmente acontecerá no meu casamento

Boxer, the Attention Whore, feliz no dia do seu casamento

Texto originalmente postado pela "Boxer"  no Offbeat Bride - lugar de leituras sempre muito bem vindas pra acalmar o espírito. Fala fundo às noivas, fala fundo às casadas. Se eu disse a vocês que até hoje me perturbam certas coisas sobre o casamento, vocês acreditam? É difícil simplesmente aceitar que aquelas expectativas nunca irão se concretizar, mas que o que você teve - inesperado - é a sua história no encaixe exato do que ela podia ser. O original você encontra aqui <-

***

Estou tentando ser realista sobre essas duas coisas, minhas expectativas e minhas suspeitas, baseada em atitudes e eventos passados. E então vou tentar que isso tudo se vá... Com isso em mente, aqui vai "o que eu esperava para o meu casamento" versus "o que provavelmente vai acontecer".

O que quero pro meu casamento:
  • Quero que as as pessoas que amamos/que nos amam venham celebrar este amor em todas as suas fuckin formas (somos um grupo realmente heterogêneo que vai de travestis, lésbicas tímidas, mórmons convictos, republicanos conservadores a ativistas políticos; colegas de trabalhos, clientes, amigos e familiares)
  • Quero que as coisas estejam bonitas e que rendam boas fotografias.
  • Quero me sentir bonita e confiante.
  • Quero me casar com o Brandon sabendo do fundo do coração que a coisa não será toda feita de sol brilhando e unicórnios.
  • Quero que nossos familiares e amigos suspendam seus dramas e tratem bem um ao outro.
  • Quero rir e dançar e chorar lágrimas de alegria (sem borrar a maquiagem!).
  • Quero comer e curtir o momento + quero que todo mundo coma e curta o momento.
  • Quero reservar um momento para realizar os pequenos rituais que me mantem com os pés no chão e a cabeça no lugar (queimar uns raminhos de lavanda e alecrim, acender uma vela para os familiares e amigos que já não podem estar conosco, falar com minha avó mesmo sabendo que ela já está morta há 19 anos).
  • Quero dançar.
O que suspeito que irá acontecer:
  • A manhã do casamento será estressante e agitada e alguma coisa não vai ser feita/ficar pronta do jeito que era pra ter ficado. Isto vai me deixar frustrada.
  • Meu cabelo estará pouco afeito a colaborações e eu terei de fazer algo diferente do que eu havia planejado.
  • Terei de aplicar a maquiagem ao menos duas vezes até sair certo. Um olho ficará melhor do que o outro.
  • Vamos esquecer de levar alguma coisa pro lugar da festa.
  • Nem todas as pessoas comerão e dançarão como eu gostaria e ao menos uma dúzia delas IRÁ EMBORA cedo, e sentirei falta delas..
  • Alguma coisa que fizermos irá ofender ou chatear alguém.
  • Terei algum tipo de paranóia em relação ao meu corpo que me deixará muito aborrecida e que vai me fazer chorar. Talvez meus dentes não estejam brancos o bastante, talvez eu decida que estou muito gorda, talvez meus olhos estejam inchados.
  • Terei pelo menos uma briga com uma das madrinhas.
  • Tudo vai acontecer sempre faltando 5 minutos pro horário programado
  • Junior ficará muito bêbado e terei de arranjar alguém pra aguentá-lo. 
Honestamente, daqui há 10 anos não vai mais importar se alguém dançou ou não, se Fulaninho ficou ofendido com a cerimônia ou se tivemos uma tonelada de sobras.  Não vai mais importar se eu fiz toda a decoração, toda a comida ou se eu tive uma costureira maravilhosa que bordou toda a cauda do vestido em estilo Neo-Vitoriano. Ninguém vai dar a mínima se decretamos vinho à cerveja ou se estava muito quente ou muito frio. Mas vai importar que Brandon e eu estejamos juntos e que tenhamos boas memórias daquele dia. 


Então meu objetivo (além de fazer tudo o que está na check list em busca da perfeição absoluta) é... ter memórias felizes deste dia e viver um bom tempo para fazê-las durar.  É claro, vou esperar pelas melhores fotos do mundo, de passinhos de dança improvisados e de brindes sinceros, mas, em dez dias, tudo será memória. Em dez semanas tudo será "causo" que contaremos por aí. Em dez meses será "WOW JÁ FAZ QUASE 1 ANO QUE CASAMOS! Tanta coisa aconteceu desde então". Em dez anos serão fotografias que me farão olhar pra trás e sorrir, memórias queridas (provavelmente estarei repassando minhas experiências e aplicando minha "sabedoria" planejando casamentos de outras moças). 
E em dez décadas... em dez décadas só vai importar que vivemos e amamos. 
O resto vai se perder no tempo e nos boatos. E por mim tudo bem.




3 comentários:

Rebeca disse...

Posso falar que a minha primeira lista ficou parecida com essa e a minha segunda também, não sei se infelizmente ou não. Só sei que, no final das contas, tudo valeu a pena e o meu casamento foi maravilhoso, por mais que o penteado não tenha ficado exatamente como imaginei e tantas outras coisinhas. Bjos.

***Jaque*** disse...

Linda amei seu blog,e estou te seguindo!!
Beijoss!!

.Mih. disse...

comentário simples: é tudo q eu penso faltando 62 dias. =)

bjo
mih

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...